Voltando para casa

“O Senhor disse a Jacó: Volta para a terra dos teus pais, para a tua parentela, e eu estarei contigo (…);Eu sou o Deus de Betel, onde tu me consagraste uma estela e me fizeste um voto. Agora, vamos, sai daqui e volta para a terra de tua família” (Gn 31,3.13).

Sabemos que a história da Comunidade Fanuel está intimamente ligada à vida do patriarca Jacó, até mesmo em seu nome, “o lugar onde vemos a Face de Deus” (cf. Gn 32,30) e, meditando sobre isto como um membro consagrado a este carisma, percebo hoje elementos da trajetória deste homem escolhido por Deus em minha própria história e missão.

Conheci a Comunidade Fanuel no do ano de 2000 e em 2001 me engajei em sua obra, trabalhando em um evento anual chamado Rebanhão, que acontecia nos dias de carnaval.

Após idas e vindas firmei os passos no ano de 2003, trilhando um caminho de discernimento vocacional e, no dia 20 de março de 2004, fiz meus compromissos de consagração à Jesus Cristo pelo carisma da Comunidade.

Passados quase 14 anos vivendo esta experiência viva de Igreja e à exemplo de Jacó na casa de Labão, eu que cheguei como um mendigo, sem nada, somente a própria experiência que tive no caminho, comecei a trabalhar com a comunicação impressa, pois, tínhamos o jornal e a revista Boa Nova, depois como líder de um dos grupos de formação e crescimento, mais tarde em 2006 como líder de célula e em 2011 como supervisor da Presença Santo André. Tenho plena convicção que fui largamente abençoado com uma experiência de vida fraterna, formativa e crescimento em todas as áreas e, assim como na experiência de Jacó, depois deste tempo onde fui enriquecido, percebi que também enriquecia a casa onde estava; vindo então a maior de todas as empreitadas, o reconhecimento diocesano de nossos estatutos em 2015, mas agora o Senhor me pede para voltar para casa.

Mas que casa é esta? Foi esta pergunta que fiz à Deus, e a resposta foi clara: A casa dos teus parentes. Do final de 2014 para cá tenho tido a experiência de viver em célula com meus parentes na cidade de São Paulo e, como abençoado e abençoador, tenho visto os filhos nascerem, membros em caminho de consagração e membros despontando para uma grande obra missionária.

Chegou a hora de estabelecer novas fronteiras para a obra de Deus através da Comunidade Fanuel, e, oficialmente, desde agosto deste ano, estamos nos estabelecendo com extrema alegria e simplicidade na cidade de São Paulo, visando o crescimento e multiplicação da Comunidade como o efeito da promessa divina, que diz: “Crescei e multiplicai em lugar de diminuir” (Jr 29,6).

O marco desta obra que está nascendo foi a realização da Grande Célula da Presença Missionária São Paulo, ocorrida no dia 28 de setembro, com a presença de nossos fundadores, onde fomos abençoados com a Palavra de Deus, que diz: “É como está escrito: Coisas que os olhos não viram, nem os ouvidos ouviram, nem o coração humano imaginou, tais são os bens que Deus tem preparado para aqueles que o amam” (I Cor 2,8).

Sergio Luiz Matias
Consagrado da Comunidade Fanuel
Coordenador da Presença Missionária São Paulo

Leave a Reply