Promessas para o Rebanho

“Ai dos pastores que deixam perder-se e dispersar-se o rebanho miúdo de minha pastagem! – oráculo do Senhor. Por isso, assim fala o Senhor, Deus de Israel, acerca dos pastores que apascentam o meu povo: Dispersastes o meu rebanho e o afugentastes, sem dele vos ocupar. Eu, porém, vou ocupar-me à vossa custa da malícia de tal procedimento – oráculo do Senhor. Reunirei o que restar das minhas ovelhas, espalhadas pelos países em que as exilei e as trarei para as pastagens em que se hão de multiplicar. Escolherei para elas pastores que as apascentarão, de sorte que não tenham receios nem temores, e já nenhuma delas se extravie – oráculo do Senhor” (Jr 23,1-4).

Todos nós sabemos que Deus considera o Seu povo como um rebanho de ovelhas e que por isso Ele Se apresenta nas Escrituras muitas vezes como um pastor; fez assim no Antigo e também no Novo Testamento. Muito se pode falar sobre as qualidades deste Divino Pastor, mas é preciso também entender que o rebanho não é feito de homens quaisquer, na verdade qualquer homem pode ser do rebanho desde que passe pela porta das ovelhas, ou seja, passe por Nosso Senhor Jesus Cristo, pelas águas do Batismo para que morra em Cristo o homem natural e nasça o homem espiritual, que deve ir crescendo em graça até chegar ao Paraíso.

Quando Deus fala de Seu rebanho é nisto que Ele está pensando e não simplesmente nos seres humanos de forma natural. Alguém poderia objetar dizendo que Deus ama a todos igualmente e isto é verdade, porém é preciso entender que exatamente por isto Ele dispôs a todos a oportunidade pessoal e intransferível de entrarem pelas portas da salvação em Jesus Cristo e, tornando-se católicos, poderem ser tratados pelo Bom Pastor.

Infelizmente em nossos dias, muitos, mesmo com a “boa” intenção de incluir todo mundo, rebaixam as divinas intenções com o rebanho e faz da grei de Deus não mais cristã e quando ainda a considera em Cristo não o faz com o propósito de uma vida perfeita, colocando como objetivo do rebanho apenas as necessidades para esta vida.

Temos hoje muita gente interessada na pobreza material do rebanho e, mesmo com linda aparência de misericórdia, em nada se ocupam na elevação dos homens às virtudes. A visão de Deus é tão superior e diversa, que não somente pastoreia Seu verdadeiro rebanho diretamente como Bom Pastor, mas ainda presenteia este mesmo rebanho com a Sua Santíssima Mãe como Divina Pastora; assim o faz para infundir nas almas de Suas ovelhas o gosto pelos prados celestiais, que somente se desenvolvem nas almas habitadas pelo amor à Virgem Santíssima, onde então repousa o Seu Divino Esposo, o Espírito Santo.

Estamos desejosos para que na Comunidade Fanuel, homens encontrem à Jesus e possuam uma alma cristã verdadeira e desta forma é que queremos que o rebanho cresça. A promessa de Deus está dada e Sua boa Mãe, a Divina Pastora, certamente nos ajudará a sermos dignos dela.

Rogai por nós Divina Pastora, para que sejamos dignos das promessas de Cristo e aumentai o rebanho! Amém.

Em Cristo
Sandro F. Peres
Fundador da Com. Fanuel

Leave a Reply