Perdi uma moeda. E agora?

By 28 de julho de 2016

Uma breve meditação sobre a importância da evangelização

Em Lucas 15 temos três parábolas – respostas de Jesus a quem Lhe acusava de acolher pecadores (v.1-3) – que referem-se ao departamento dos “achados e perdidos” do Evangelho: a ovelha, a moeda e o filho. Com certeza a última é a mais rica, além de ser a mais profunda sobre o Amor Misericordioso de Deus. Gostaria, porém, de fazer uma rápida reflexão sobre esta parábola da moeda, que diz:

“E se uma mulher tem dez moedas de prata e perde uma, não acende a lâmpada, varre a casa e procura cuidadosamente até encontrá-la? Quando a encontra, reúne as amigas e vizinhas, e diz: ‘Alegrai-vos comigo! Encontrei a moeda que tinha perdido!’ Assim, eu vos digo, haverá alegria entre os anjos de Deus por um só pecador que se converte” (Lc 15,8-10).

A mulher possuía 10 moedas. Ela perdeu apenas uma, ou seja, 10% das suas posses. Mas teve uma atitude imediata: com muita diligência se pôs a procurar a moedinha… Teve a reação que qualquer um de nós teria diante de um prejuízo financeiro, não é mesmo? Ela acendeu a lâmpada para ver bem e vasculhou a casa até encontrar.

moeda-confirme

Agora pense que esta moedinha é apenas o sinal de algo que é muito importante para você. Por exemplo, o seu casamento ou a vida de um filho, ou quem sabe um grande amigo… Se você literalmente está perdendo algum deles para o pecado, qual deve ser sua atitude?

Se nos afligimos com a perda de uma soma de dinheiro, muito mais temos de nos afligir com o afastamento dos nossos da presença de Deus. Mas isto não basta. É preciso acender a lamparina da graça de Deus, ou seja, a dependência do Espírito Santo, para que Ele nos ilumine, direcione e dê as estratégias certas para alcançar nossos alvos de evangelização e levá-los ao arrependimento.

E o terceiro ponto é justamente varrer até encontrar, isto é, trabalhar com empenho, sem preguiça, sem desânimo, e procurar os afastados da presença de Deus até que se encontrem com o Salvador.

Você quer ser um bom evangelizador?

Então, una seu coração ao Sagrado Coração de Jesus, afligindo-se por cada vida que se perde. Também comece a depender da luz do Espírito Santo, seu grande guia na missão. Por fim, trabalhe com afinco, sem desânimo, certo de que “haverá alegria entre os anjos de Deus por um só pecador que se converte” (v.10). E quando você provar da alegria de salvar alguém, corra, reúna seus amigos e diga: “alegrai-vos comigo, encontrei o que estava perdido” (v.9).

Por Cesar M. Lima – Comunidade Fanuel

Leave a Reply