Experimentando o cuidado de Deus

By 20 de julho de 2018TESTEMUNHOS

Daniel é a realização de um sonho. Esperamos 17 anos para tê-lo, em função de minha saúde (síndrome do pânico e impossibilidade de engravidar e por causa dos medicamentos que tomava). Fui curada pelo Senhor e então começamos a nos planejar para a gravidez, através do Método de Ovulação Billings e pedindo a Jesus esta graça, pela intercessão de Nossa Senhora de Fátima. Fomos atendidos, o Dani nasceu e trouxe muita alegria para nossa família. Tudo ia muito bem, até que com um ano e seis meses de idade percebemos uma mudança em seu desenvolvimento. Deixou de falar certas palavras, perdeu o contato visual e não atendia quando o chamávamos. Procuramos a medicina, visto estar com características de autismo, que se confirmaram no pré-diagnóstico.

Nos pediram, porém, para aguardar um tempo para confirmar tal suspeita, e ele passou a fazer terapias. Com dois anos e sete meses, uma psiquiatra, um neurologista e uma fonoaudióloga fecharam o diagnóstico como autismo mesmo. Ele seguiu as terapias.Neste tempo mudamos nossa rotina e nos dedicamos amorosamente a cuidar do Daniel e a orar por esta situação. No último mês,após surpreendente desenvolvimento que meu filho apresentou nas terapias, sua equipe médica pediu que fizesse nova avaliação e, tendo passado com um dos melhores neurologistas do país, chegamos à feliz notícia de que ele não tem autismo e sim um pequeno atraso,que requer o tratamento com terapias. Neste tempo experimentamos o cuidado de Deus de um modo incrível, abrindo portas para o tratamento, colocando pessoas certas em nosso caminho, e conhecemos o mundo das famílias com crianças portadores deste transtorno e multiplicamos imensamente nossa capacidade de amar, tanto o nosso filho, quanto os demais que conhecemos.

Sônia Cunha
Membro de Célula em Santo André

Leave a Reply